Agência Rio de Notícias

sexta-feira, 21 de dezembro de 2007

É dezembro...

É Dezembro! Enfim ou tão cedo?
Em meio a toda correria do dia a dia, a luta incessante pela sobrevivência em meio a um mundo onde o que prevalece é o egoísmo, o capitalismo selvagem e a desigualdade gerada pelo mesmo, esquecemos de observar como o tempo passa e perdemos muitos momentos importantes de nossas vidas, deixamos de aproveitar nossos dias com quem amamos e temos a falsa impressão de que “o tempo passa rápido” “esse ano voou” e vivemos sem ideal de solidariedade devido a intensa competitividade imposta pelo capitalismo neoliberal..
É Dezembro e a saúde e a educação no nosso país estão muito mal e sem previsão de melhora de qualidade... É Dezembro e a violência gerada pela desigualdade e pela precariedade das polícias aumenta cada vez mais, incentivada pelos estímulos consumistas incansavelmente disseminados pelas redes de televisão de maior audiência.
É Dezembro e milhares de jovens que concluíram o curso superior com muito sacrifício e com o coração cheio de esperança e de sonhos não vêm perspectivas para seu futuro...É Dezembro e nada mudou, a não ser os comentários mentirosos nos telejornais, anunciando que este natal será o melhor em consumo dos últimos cinco anos... verdade? Como? Pra quem?
É Dezembro, mais um ano se passou e nada mudou, nosso presidente afirma que os recursos até então arrecadados com a CPMF sempre foram revertidos pra a saúde e que a mesma irá sofrer sem a arrecadação deste imposto... não já sofria?
É Dezembro e é natal... Porque não aproveitarmos esta data não só para comprar presentes, coisas novas, viagens etc, mas para sermos um pequeno fragmento da mudança incomensurável de que não só o nosso país, mas que o mundo precisa?
Não sejamos cegos em 2008, não sejamos egoístas neste natal, enquanto poucos terão a mesa farta, repleta das guloseimas que nem mesmo são características de nossa terra, como por exemplo, a castanha, nozes, avelã e demais alimentos que são demasiadamente quentes para esta estação no Brasil, “o verão”, muitos outros não tem ao menos água limpa para beber, ou mesmo onde descansar, muitos perderam o emprego o único meio de subsistência, outros perderam membros da família envolvidos com a criminalidade ou vítima dela dentre outras adversidades impostas na vida de tantas pessoas...
Por que não tentar iniciar a verdadeira revolução humana? Rejeitando especiais fúteis de natal oferecidos a torto e a direito pela televisão vazia e alienadora brasileira, rejeitando o apelo consumista e resistindo ao mesmo, fazendo uma boa ação, ajudando um amigo em dificuldades, dividindo sua ceia com quem não tem nada, distribuindo palavras de conforto amor e esperança, exigindo de nossos representantes que todos sem exceções no próximo ano tenham oportunidades de ao menos obter uma vida digna...
Faça com que este natal seja o começo de uma nova existência, evoluída e consciente de seus atos nesse mundo, faça com que 2008 seja um ano de mudanças para todos, faça cumprir os direitos de todos, exija honestidade de seus parentes, amigos e representantes, não se venda por pouco, afinal toda ação tem uma reação, não se comprometa com o que não é digno de admiração e virtuoso, ensine a seus irmãos, filhos , amigos, conhecidos etc a importância de ser incorruptível, dissemine alegria de viver, amor pela vida, pelo mundo, pela natureza e pelo seu próximo, transmita alegria e paixão em tudo que faz, "deseje o bem sem olhar a quem", coloque mais vida nos seus dias e deixe de contá-los... Ame incondicionalmente, acredite no “ser humano” respeite a natureza e preserve-a, pois ela sobreviverá sem o homem, mas o homem não é nada sem ela...
Uma longa jornada começa com um único passo, começar já é metade de toda ação...Você pode ser a mudança que deseja ver no mundo, porque tudo o que somos é resultado do que pensamos...

Nenhum comentário:

Sociologia no youtube

Loading...