Agência Rio de Notícias

sábado, 9 de maio de 2009

Desabafo:

Desabafo:
Minha odisséia:

As segundas, quartas e sextas eu acordo as 04:30 da manhã, para poder chegar ao Fundão (Ilha do Governador) saindo do bairro de Sepetiba, zona Oeste da cidade do Rio de Janeiro às 09:00, onde sou bolsista de um dos projetos vinculados a um dos programas de pós-graduação da faculdade de letras da UFRJ.
Tenho exatamente 20 minutos para me aprontar, pois 10 minutos são gastos para eu chegar até o ponto de ônibus impreterivelmente às 05:00 da manhã, na maioria das vezes acabo por conseguir pegar o ônibus às 05:30, pois o ônibus que tenho de pegar, o 390 da empresa Oeste sempre se atrasa ou então tem problemas, às vezes não passa no ponto de costume devido a obra que está sendo realizada no bairro deixando a mim e a muitos outros passageiros a esperar e conseqüentemente acabamos por nos atrasar...
Após pegar o dito ônibus tenho que descer em seu ponto final no bairro de Coelho Neto onde pego o metro até a estação de Del Castilho, onde faço minha última baldeação para o ônibus 696, quase sempre enfrento uma fila dantesca.
Muitas pessoas já me disseram para pegar o ônibus 945 na avenida Brasil ou o 386, porém os trechos da avenida Brasil que ele percorre antes de chegar até a entrada da Ilha do Governador estão quase sempre congestionados, logo eu teria que sair ainda mais cedo de casa para garantir minha pontualidade...
Enfim, é muito cansativo, na volta faço outro trajeto, uma vez que é impossível conseguir ficar esperando o ônibus 390 em Coelho Neto por menos de 30 minutos em seu ponto final após às 17:00 e ainda ir sentada... o que eu faço: Pego no Fundão o 945 ou qualquer outro que passe no Viaduto de Coelho Neto e lá pego uma Van para Santa Cruz e em Santa Cruz pego uma Van para Sepetiba...
Se saio do Fundão às 16:00 terei sorte se chegar em casa às 19:00hs, pois normalmente chego às 19:30, se saio do Fundão às 17:00 chego em casa às 20:00 com sorte e normalmente às 21:00...
Estou escrevendo isso aqui porque a cada dia que passa fico mais indignada com as condições do transporte coletivo principalmente em minha região, a maioria dos moradores sai de casa às 04:00 da manhã e chega às 20:00 ou 21:00, alguns até mesmo às 23:00, essas pessoas ficam tão cansadas que não possuem mais forças para reagir diante das injustiças, das irregularidades, da corrupção, é justamente o que desejam nossos “representantes” deixar-nos cada vez mais indefesos e manipuláveis, sinceramente, eu ando muito cansada de toda essa história de “comissão disso”, “comissão daquilo” em defesa dos interesses dos moradores da zona Oeste, porque na verdade pude observar que essas “comissões” são compostas por representantes de candidatos ou futuros candidatos e não por moradores indignados, estes se fazem valer da fragilidade dessas pessoas para tirar algum proveito, assim como acontece com a maioria das coisas por aí...ai ai.....
Estou tão cansada....

Um comentário:

victor simoes disse...

Olá Bianca, a vida é mesmo complicada! Pelo que descreve, a sua é bem dificil. É preciso denunciar essas fragilidades e sobretudo não compactuar com o aproveitamento político, de quem promete mas não cumpre. A caça ao voto é apanágio das sanguesugas que se aproveitam de tudo para se servirem a si mesmos.

Um abraço

Sociologia no youtube

Loading...